segunda-feira, março 21, 2011

Teu Amor *-*

    
       
Quando a razão olvida o bom senso,
A perseguir-te com esforço imenso,
Na esperança de poder te amar,
Depara com a tua indiferença,
Volúvel teu prazer e tua crença,
Na ânsia louca de nos magoar.

Ah, tanto tanto teu amor queria,
Ser dono do teu ser que poderia,
Em comunhão de almas te enlaçar,
Vibrar junto contigo em pensamento,
Juntarmos nosso corpo e sentimento,
E rumo ao infinito nos alçar.
                        
                           Por: Fabioo Dualibi Neto

Nenhum comentário: